1-7

APARTAMENTO TEM SALA E COZINHA INTEGRADAS EM DECORAÇÃO PRÁTICA E CONTEMPORÂNEA

A vida na ponte aérea entre Rio e São Paulo tem momentos entediantes, mas outros deliciosos para o economista Alexandre Rodrigues. É pisar neste apartamento, localizado no Itaim Bibi, na capital paulista, e ele sente tudo descomplicar. Lá fora, trânsito, excesso de gente, de informação e de conversas ansiosas sobre finanças. Dentro do imóvel de 90 m², o projeto criado pela arquiteta Adriana Valle e pela economista Patricia Carvalho – que há 20 anos atua na área de decoração –, do escritório Migs Arquitetura, tem clima de loft aconchegante e deixou a vida bem fácil.

A nova morada foi adquirida para evitar a impessoalidade dos hotéis, que contribuía para o estresse. “Vi que era melhor ter um lugar definitivo onde pudesse trabalhar e também receber a família e meus filhos”, ele conta. Assim, fez apenas dois pedidos para Adriane e Patricia: queria um local de espírito contemporâneo e prático. A partir daí, elas tiveram liberdade. Em rápida reforma, a escolha de não revestir a laje de concreto aparente trouxe imediata sensação de loft. Na área integrada,concentram-se agora cozinha, sala de estar e de TV. O único ambiente privativo é o quarto com closet, aumentado após a eliminação da lavanderia.

Para que se tornasse prático e funcional, o imóvel recebeu uma paleta de cores de base neutra, em tons de cinza e terrosos. Tijolinhos e muita madeira foram acesos por um tapete verde majestoso, que exige toda a atenção para si. No entanto, houve controvérsias. “É um item de presença que nos encantou, mas inicialmente Alexandre detestou. Depois de muitas pessoas elogiarem a peça, ele passou a gostar”, ri Patricia, que é irmã do morador. Por ali, a marcenaria desenhada pelo escritório possibilita que tudo fique à mão, graças às muitas prateleiras. “Elas deixam tudo à mostra, isso faz com que tudo se mantenha organizado”, explica.

São facilidades somadas à mistura moderna de peças de design que levam Alexandre a um desembarque sem estresse em São Paulo. “É um apartamento que tem escolhas muito bem pensadas e estilo único”, ele resume. O projeto traduz, de certa forma, o conceito do escritório de arquitetura – o nome Migs vem de uma parceria de amizade de 42 anos entre as duas profissionais: “Gostamos do contemporâneo que seja funcional e atemporal, com toque vintage”, conta Patricia.

Fonte: Casa e Jardim